26 de setembro de 2018

Como fazer: Adubo liquido fermentado



Biofertilizante fermentado com o mato que nasce na sua horta

As plantas espontâneas, também chamada de mato, que nascem à revelia em nossas culturas, quase sempre são um problema tão grande que adotamos um nome pejorativo para tal mato:  plantas daninhas.

É muito comum que façamos a remoção destas “plantas daninhas” e as descartemos, seja em um saco de lixo, deixando-as secar e colocando fogo, ou de outra maneira qualquer. Mas, o que nós esquecemos de observar é que estas “plantas daninhas” cresceram e se desenvolveram no solo da nossa horta, removendo desta os nutrientes para seu crescimento e desenvolvimento. Quando descartamos este “mato”, estamos jogando fora parte da riqueza do nosso solo! Neste mato estão muitos nutrientes que poderiam ser reciclados e usados por outras plantas cultivadas por nós.

Existem algumas maneiras de fazer esta reciclagem de nutrientes. Talvez a mais famosa seja a compostagem que, muitas vezes, é trabalhosa e demorada. Porém, existe uma maneira de extrair e dispor dos nutrientes deste “mato” de uma forma rápida e simples. Esta forma é transformando o “mato” em adubo líquido fermentado.
Mato fermentando dentro da bombona
Para tanto, basta o mato, água e uma fonte de microrganismos. O mato entra com os nutrientes imobilizados. A água é o solvente universal que irá “quebrar” o material orgânico em matéria orgânica. E os microrganismos irão biodisponibilizar os nutrientes para que estes sejam melhor absorvidos pelas plantas que receberão o adubo liquido fermentado.

1 - Como preparar:
Você irá precisar de um tambor/bombona de, no mínimo, 40 litros de capacidade total, com tampa.
a - Encher a bombona até 2/3 da sua capacidade com água sem cloro;
b - Acrescentar o mato roçado ou arrancado, de modo que este ocupe de 1/5 a 1/3 do volume da bombona;
c - Acrescentar mais água a bombona, até cerca de 1 palmo da capacidade total da mesma;
d - Para uma bombona de 40 até 60 litros, acrescentar 1 mão bem cheia de serrapilheira de mata ou 5% do volume total da bombona de microrganismos líquidos (se você não tem os microrganismos líquidos, clique aqui para aprender como obter);
e - Misturar toda esta solução, com a ajuda de um pedaço de pau;
f - Fechar a bombona com a tampa e deixar fermentar por 14 dias.

Material já em processo de fermentação, com formação de fungos na superfície.
2 - Como usar:
Misture 1 litro do adubo líquido fermentado com 10 litros de água e use para regar a base de suas plantas. Esta rega pode ser feita a cada 15 dias no período mais quente do ano ou, a cada 30 dias no período mais frio.

3 - Manutenção do adubo:
Quando o adubo líquido fermentado estiver quase acabando, acrescente mais 1/5 a 1/3 do volume da bombona de mato, complete o volume com água e mais serapilheira ou os microrganismos, na proporção acima. Misturar bem, tampar e aguardar 14 dias para usar.
Não é necessário remover os resíduos de mato que ficam no fundo da bombona. Esta matéria orgânica já está inoculada com microrganismos, em avançado estado de decomposição, e agirão como um starter para o novo adubo líquido fermentado.

4 – Dicas
- Você pode usar restos de cultura (sabugos, palhas, cascas, etc...) para produzir este adubo. Assim, você irá “devolver” ao seu solo, de maneira mais rápida, alguns dos nutrientes que foram absorvidos para produção de sua safra;
- Adubo líquido fermentado feito somente de gramíneas é rico em nitrogênio e é ótimo para ser usado durante a fase de crescimento de nossas culturas;
- NÃO utilize plantas doentes para produção do adubo líquido fermentado.

Veja o vídeo abaixo com mais informações sobre o processo de produção do adubo líquido fermentado:

2 comentários:

Edson Moraes Ruas disse...

Excelente artigo, prática 100% agroecológica,nossos campesinos e os amantes da terra ( mão na terra) precisam assimilar e praticar para o bem de nosso quintal!!! Abs fraterno!

Neco Torquato Villela disse...

Olá Edson,

Grato pela força!

Meu objetivo é disseminar técnicas simples e assevereis para todos os amantes da agroecologia. Sejam grandes, médios ou pequenos produtos de alimento deste pais.

Grade abraço e até!